Google+ Seguidores

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

O que se tornou o ParTido que imaginávamos ser a nossa salvação


Para quem não gosta de perder nada, eu transcrevi esta matéria LINDA da TVeja.
Ela foi ao ar na sexta feira, dia 14/11/2014.
Brasileiros, POR FAVOR, não ignorem o que está acontecendo. Deem uma olhada, por exemplo. no canal da VEJA no YouTube - não precisa ler nada, é só "tocar" e ouvir os vídeos.

Vídeo Petrolão: uma sexta feira apocalíptica
NO ALVO com Joice Hasselmann
Olá, o grupo que implodiu a Petrobras, sangrou a Estatal e fez uma roubalheira exponencial, hoje enfrenta o "Dia do Juízo Final". A frase é usada entre os policiais Federais para definir a sétima fase da Operação Lava-Jato que cumpre vinte e sete [27] mandatos de prisão. Já prendeu um monte de gente  (são dezoito atraz das grades, inclusive o afilhado de José Dirceu). Renato Duque foi preso no Rio [de Janeiro] - ou seja, enquanto José Dirceu estava na Papuda [Presídio], o braço direito dele continuava operando livremente.
A amplitude do "Petrolão", o mega esquema de corrupção, é impressionante. E olha que agora chegou a vez dos corruptores, ainda faltam os corruptos. E os números então? Negócios de cinquenta e nove bilhões de Reais [R$ 59.000.000.000,00] com nove empreiteiras estão sob suspeita. E elas são grandes: Odebrecht, Camargo Corrêa, Iesa, Galvão Engenharia, Mendes Júnior, Engevix, Queiroz Galvão, UTC, OAS. Os presos, incluindo executivos das empreiteiras, tiveram  setecentos e vinte milhões de Reais bloqueados [R$ 720.000.000,00] - no início da Operação Lava-Jato. A suspeita era de que o grupo, com a participação de Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef tenha lavado dez bilhões de Reais [R$ 10.000.000.000,00]. A roubalheira era dividida entre integrantes do alto cuturno do PT [Partido dos Trabalhadores], PMDB [Partido ...] e PP [Partido Progressista]. Essa é sem dúvida a fase mais difícil da história da Petrobras, mas também a chance real de o Brasil conseguir limpar este mar de lama cada vez mais profundo, em que o bando transformou a Estatal. E a grande pergunta é "quem coordenou essa roubalheira toda?". Sinceramente, da pra imaginar que o altíssimo escalão do Palácio do Planalto não soubesse de nada? Youssef [o doleiro] que fez acordo de delação premiada com a Justiça, disse categoricamente que o ex Presidente Lula e a Presidente Dilma Russeff sabiam... e de tudo - foi capa de Veja [revista].
Hoje, vinte dias depois que as declarações foram trazidas com exclusividade por Veja, o Estadão [jornal] fez um editorial em que diz que Lula e Dilma sempre souberam de tudo. É uma lógica simples de entender e as provas são públicas: em 2010 Lula [então Presidente efetivo] vetou uma proposta do Tribunal de  Contas da União [TCU] de barrar obras superfaturadas da Abreu e Lima. Lula simplesmente não quis, e ele sabia de tudo. O próprio TCU avisou e então, o superfaturamento - codinome para roubalheira - continuou e a passos largos. Agora o grande temor dos integrantes do altíssimo escalão do Governo - que sentem a porta tremer com as batidas do Petrolão - é: O que dirão os empreiteiros presos? Quantos farão delação premiada para confirmar o que a Polícia descobriu e o que Youssef e Paulo Roberto Costa Contaram?
Sem dúvida a Lava-Jato, maior Operação já feita contra a corrupção no Brasil, mostra que os valores éticos e de justiça foram destruidos pelo projeto de poder do PT. Hoje vivemos num país em que ladrões comandam o governo, mas o fim da história pode e DEVE ser diferente.







LinkWithin

Related Posts with Thumbnails